SBT é condenado pela Justiça por polêmica durante programa de Eliana

Eliana

O SBT virou alvo de uma condenação feita pela Justiça de São Paulo, após a vencedora de um antigo quadro produzido no ‘Programa Eliana’, em meados de 2011, nunca ter recebido o prêmio ofertado pela competição. O valor da indenização foi avaliado em R$ 342 mil.

Segundo informações do portal Uol, o concurso, que possuía o nome de ‘Tem um cantor gospel lá em casa’, buscava revelar novos talentos para a música evangélica, tendo como prêmio a gravação de um disco, e a quantia de R$ 5 mil.

No entanto, a vendedora, que se chama Vânia de Souza, não foi contemplada com a oferta inicial. Na ação judicial contra o SBT e a Support Congressos, empresa parceira da emissora no concurso, ela disse que largou seu emprego diante da promessa de que teria sucesso em sua carreira musical.

Na defesa apresentada à Justiça, o canal de Silvio Santos ressaltou que a responsabilidade pela gravação era da empresa. A Support Congressos, por sua vez, declarou ter descoberto que a vendedora já tinha gravado um CD anteriormente, além de que apesar da descoberta, seguiu as orientações, mas a vencedora não compareceu nas datas marcadas para a gravação.

Em outra declaração de defesa no processo, Vânia de Souza respondeu que o regulamento não proibia o candidato de já ter um disco gravado. Rodrigo Medina, juiz responsável, concordou com a cantora e condenou o SBT e a Support ao pagamento da indenização, que deverá ser feito de forma conjunta, tendo os valores ainda acrescidos de juros e correção monetária desde 2011.

Deixe um comentário