Vera Holtz estreia curta ‘Teatro de Máscaras’ no Rio – Lully FM – Entertainment

Vera Holtz estreia curta ‘Teatro de Máscaras’ no Rio

Vera Holtz, de 69 anos, realizou a estreia do filme Teatro de Máscaras, na noite desta terça-feira (6), no Curta Cinema – Festival Internacional de Curtas-Metragens do Rio de Janeiro, que acontece no Estação Net Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ao lado do diretor Eduardo Ades, a atriz recebeu convidados e a imprensa para falar da produção.

“O filme é uma homenagem a minha mãe, sobre o processo de luto da morte dela que eu vivi, mas a chave que encontrei para lidar com isso foi a arte. E em toda a carreira da Vera encontrei muitas chaves para lidar com essas questões da morte ou para dar um sentido ao absurdo que é a nossa existência. O trabalho do ator também é nos fornecer essas respostas. Foi a partir do trabalho dela que fui compreender o que aconteceu com a minha mãe, comigo. Então, foi uma homenagem dupla a Vera e minha mãe”, explica o diretor.

Vera deu mais detalhes: “Foi uma homenagem que ele faz para a mãe dele, que gostava muito de arte, e ele coloca como se fosse a mãe assistindo à obra de Vera Holtz. É muito bacana esse roteiro. Quando li esse roteiro fiquei muito feliz de saber que a personagem Vera Holtz inspira um filme. Quando nós gravamos, filmamos no Teatro Villa Lobos, que foi onde estreei com Rasga Coração e um trecho da peça aparece no curta. Foi bem interessante resgatar essa memória e essa camada nova da homenagem. Foi bem emocionante”.

O evento está de volta ao formato 100% presencial, após as últimas edições acontecendo de forma híbrida, com sessões sempre gratuitas. De 1º a 7 de dezembro, a 32ª edição do evento apresenta uma seleção de 97 filmes, sendo 40 nas Mostras Competitivas, 19 nas Mostras Panorama, 15 nas Mostras Primeiros Quadros e mais 23 filmes nos programas especiais Animac, Regard, Festival Panorama 30 anos e Clássicos em 35mm.

Pela primeira vez, o Festival Curta Cinema contará com um “ingresso solidário”, para o público que desejar contribuir com o festival. Os vencedores das Mostras Competitivas, divididas entre nacionais e internacionais, ganham um aval para concorrer a uma indicação ao Oscar 2023.

Fonte Revista Quem