“A democracia brasileira pode demorar para se recuperar” – Lully FM – Entertainment

“A democracia brasileira pode demorar para se recuperar”

A democracia do Brasil pode demorar para se recuperar após um período de ataques ao sistema eleitoral e intensa polarização durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

É o que diz o americano Scott Mainwaring, professor da Universidade de Notre Dame e um dos maiores especialistas do mundo em política, democracias e ditaduras na América Latina.

“Acredito que a democracia brasileira pode demorar algum tempo para se recuperar. Não se passa rapidamente de um cenário de hiperpolarização para um de polarização moderada”, afirmou Mainwaring à BBC News Brasil após a confirmação da eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no domingo (30/10).

“Quando cidadãos tomam partido diante de um cenário intensamente polarizado, suas opiniões e convicções não desaparecem de repente.”

Mainwaring explica que existe, na Ciência Política, um conceito conhecido como ‘polarização afetiva’ – quando há um sentimento de ódio em relação aos adversários e àqueles do outro lado do espectro político.

“A polarização afetiva demora especialmente para desaparecer”, diz.

Para o analista, os Estados Unidos podem servir como amostra. “Joe Biden cometeu alguns erros como presidente, mas na maioria das vezes é um democrata centrista bastante moderado – e a polarização não diminuiu nos EUA.”

Mainwaring foi professor na Universidade de Harvard, da qual é um membro associado. Em 2019, ele foi apontado como um dos 50 cientistas políticos mais citados em trabalhos acadêmicos do mundo.

O americano é ainda autor de dezenas de livros sobre a política da América Latina.

Ataques ao sistema eleitoral e intolerância

“Bolsonaro é claramente uma personalidade autoritária”, diz Mainwaring.

“Quando analisamos a recente onda de populistas de direita, Donald Trump certamente foi o mais importante. Mas Jair Bolsonaro está entre os mais notáveis”.

Para o americano, os constantes ataques do presidente ao Supremo Tribunal Federal (STF) e aos institutos de pesquisa, sua intolerância em relação à comunidade LGBTQ+ e à imprensa crítica e o aumento da violência política são evidências que corroboram essa visão.

O professor também cita os constantes ataques ao sistema eleitoral brasileiro e o incentivo à polarização como fatores que, em sua opinião, levaram ao enfraquecimento da democracia brasileira durante o governo de Jair Bolsonaro.

“Historicamente, ataques a sistemas eleitorais bem estruturados, livres e justos tendem a deixar parte dos eleitores céticos sobre se o sistema realmente funciona”, diz Mainwaring. “Mas nunca houve qualquer evidência credível de que o brasileiro seja vulnerável”.

Fonte MSN