Saiba porque Gagliasso pediu autorização para trabalhar na Netflix – Lully FM – Entertainment

Saiba porque Gagliasso pediu autorização para trabalhar na Netflix

Bruno Gagliasso pediu uma autorização aos mestres do candomblé para trabalhar na série Santo, nova produção da Netflix. Nesta sexta (2), o ator disse que enfrentou “muita responsabilidade” ao tratar desse tema e que seu personagem, o policial Ernesto Cardona, também segue essa religião. 

“Eu sou do candomblé, eu tenho Oxóssi do meu lado, Exu entrou com força agora. O meu pai de santo é da Bahia, inclusive eu estava lá agora e me senti muito em casa, feliz da vida de o Cardona ser também do candomblé, sendo que na série a iniciação do personagem é pela namorada dele. Fico muito feliz, e é muita responsabilidade, por isso que a gente fez com tanto apoio do próprio candomblé”, explicou Gagliasso em entrevista à Quem. 

Segundo o ex-Globo, a licença “foi muito bem aceita” pela religião. “O Antônio foi muito importante nessa preparação conosco, porque a gente sabe do perigo que é uma representação errada, deturpada ou tendenciosa das religiões de matriz africana”, complementou Vicente Amorim, diretor da série.

“Logo que saí da Globo, fechei com a Netflix. Eles vieram e falaram: ‘Bruno, a gente quer muito que você faça uma série que é internacional, é uma série muito boa, está a fim de fazer?’. Falei: ‘Preciso ler o roteiro’, porque o que me interessa são boas histórias e bons personagens. E quando li, fiquei louco, porque é um autêntico thriller mesmo: tem ação, suspense, drama, beira o horror, sabe? É uma história maravilhosa e que eu queria contar”, adiantou o marido de Giovanna Ewbank. 

Gravada no Brasil e na Espanha, a série mostra a investigação de Cardona (Gagliasso), um policial que procura por Santo, o traficante de drogas mais buscado do Brasil, cujo rosto nunca foi visto. Para cumprir essa missão, o policial brasileiro precisa se aliar ao agente espanhol Millán (Raúl Arévalo). 

A primeira temporada estreia em 16 de setembro na Netflix. 

Fonte MSN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *