“Aves do Mundo – Série Tucanos” abre o calendário de eventos de 2023 do Shopping Cassino Atlântico – Lully FM – Entertainment

“Aves do Mundo – Série Tucanos” abre o calendário de eventos de 2023 do Shopping Cassino Atlântico

O Shopping Cassino Atlântico abre o calendário de eventos de 2023 com a exposição “Aves do Mundo – Série Tucanos”, com 50 ilustrações de Eduardo Parentoni Brettas, de espécies diversas da ave, além de peças em porcelana e pedras semipreciosas brasileiras, da Moreno Joalheiros,  com curadoria de Luis Carlos Antonelli e Kátia Athayde Antonelli, e realização da Quimera Antiguidades, com abertura no dia 07 de janeiro, a partir das 15h.

A mostra acontece entre os dias 07 de janeiro e 11 de fevereiro, nos 1º e 2º pisos do local, quando o visitante poderá conhecer e adquirir o trabalho de tão conceituado artista para as ciências biológicas brasileiras, Eduardo Brettas, bem como conhecer a importância do tucano para a sustentabilidade e regeneração de florestas.

O Shopping Cassino Atlântico escolheu o tucano porque seu simbolismo vem de encontro à filosofia do local – comunicação, expressão, confiança, criatividade, ressignificação, inclusão e diversidade. Avistar um tucano é um lembrete de que a vida é o que você faz dela e que,  além da importância da arte na sociedade, é preciso lutar pela sustentabilidade, pela preservação da vida e pela conscientização de que a beleza é sinônimo de liberdade!
A exposição “Aves do Mundo – Série Tucanos” poderá ser visitada na Avenida Atlântica, 4.240, Copacabana/Posto 6, de segunda a sábado, das 9h às 19h, nos 1º e 2º pisos, a partir do dia 07 de janeiro de 2023 (sábado), no Shopping Cassino Atlântico.
Sobre os artistas viajantes do século XIX até hoje, por Solange Godoy 

“O Brasil do início do século XIX era objeto da maior curiosidade e interesse por parte dos europeus que só passaram a ter acesso a partir da abertura dos portos às nações amigas em 1808. Sua natureza exuberante, tropical, a imensidão de sua costa e a busca de referências do seu território continental sua fauna e flora geraram o interesse em conhecer o Brasil.

O Chanceler do Estado austríaco- Metternich assumiu a direção geral de uma missão que veio junto com a comitiva da princesa Leopoldina com o objetivo de coletar acervo para o Museu de História Natural da corte austríaca.

Carl Franz Anton von Schreibers, diretor do Museu Imperial de História Natural, organizador e conselheiro da missão ao Brasil, designou, dentre os funcionários da sua instituição, Johann Natterer como zoólogo. Heinrich Wilhelm Schott como botânico. Ferdinand Dominik Sochor como ajudante de caça e embalsamador. O botânico Johann Christian Mikan, professor de história natural da Universidade de Praga, foi designado diretor científico da expedição no Brasil. Johann Baptist Emanuel Pohl como mineralogista e botânico. Thomas Ender como pintor paisagista. Johann Buchberger como pintor de botânica. Rochus Schuch, bibliotecário e mineralogista, e seu auxiliar Franz Joseph Fruhbeck igualmente pintor. Johann Kammer Lacher, médico e ornitólogo. G. K. Frich, pintor.

A pedido de Maximiliano Primeiro, Rei da Baviera, juntaram-se à expedição Johann Baptiste von Spix e Karl Philipp von Martius. Os interesses da arquiduquesa Leopoldina, estudiosa das ciências da natureza e curiosa com a fauna e flora. Já estudava e pesquisava o acervo do Museu de História Natural de sua terra, tinha interesse em ampliar aqui seus conhecimentos e compartilhar com os seus, na Europa.(…)

Ainda no primeiro quartel do século XIX consagrou-se a expedição de Langsdorff 1821-1829 composta pelos artistas Rugendas, Hercules Florence, Aimé Adrien Taunay, que abriram com seu trabalho novas perspectivas de conhecimento sobre o Brasil.

Os trabalhos do artista contemporâneo Eduardo Parentoni Brettas, apresentados nesta exposição, seguem o curso da história de descoberta e deslumbramento com a fauna do Brasil”.

Sobre Eduardo Brettas

“Eduardo Parentoni Brettas nasceu na cidade de Ponte Nova, Minas Gerais, Brasil, em 1962. Vive e trabalha em Juiz de Fora (MG), onde mora com sua esposa Vanessa e seus filhos, Tiago e Ricardo. Seus primeiros desenhos de aves brasileiras datam ainda de sua infância livre pela exuberante natureza brasileira. Teve em sua mãe, Indiana Parentoni Brettas, sua primeira grande entusiasta, tendo incentivado o filho a se tornar um mestre da pintura naturalista.

Suas obras são encomendadas por grandes centros de estudos ornitológicos, como a Universidade de São Paulo – USP (Brasil) – e Universidade de Princeton (Estados Unidos), museus e galerias de arte de diversas cidades (Atlanta, Dubai, Rio de Janeiro, Belo Horizonte entre outras), além de colecionadores ao redor do mundo. Ministra regularmente cursos e palestras sobre arte naturalista, nos quais divide generosamente seu talento e técnica com profissionais e aficionados sobre o tema.

Suas ilustrações hoje enriquecem diversas obras importantes sobre a nossa fauna como “AS AVES EM SANTA CATARINA”, “OS MAMÍFEROS DE SANTA CATARINA” e outras, além de inúmeras ilustrações em muitas revistas, artigos especiais, teses, diversos encartes e coleções de aquarelas. Não pretendo enumerá-las, pois não seria essa quantidade que mediria o seu valor. O que melhor caracteriza o Eduardo Brettas é sua notável capacidade de experimentar e aprender as mais variadas técnicas e demonstrar seu aprendizado na sequência de suas obras.

Hoje, com a experiência somada, enriquecendo sua habilidade dada por Deus, considero Eduardo Brettas um valoroso patrimônio para as ciências biológicas do Brasil.”

(Herculano Marcos Ferraz de Alvarenga, Médio e Doutor em Ciências pela USP, Diretor do Museu de História Natural de Taubaté.)

Instagram: @eduardobrettas
Curiosidades sobre os tucanos

Tucanos são aves encontradas na região Neotropical, ocorrendo, portanto, também em nosso território nacional. Geralmente, ocupam regiões florestais.

A característica mais marcante de um tucano é seu bico grande, achatado lateralmente e colorido. Além de garantir a alimentação, o bico funciona como ornamento sexual, como caixa de ressonância e como uma área para a troca de calor, destacando-se por ser altamente vascularizado.

Tucanos apresentam tamanho variado a depender da espécie, tendo entre 46 cm e 66 cm de comprimento. Alimentam-se de frutos, entretanto, esse não é o único alimento de sua dieta; também ingerem ovos e pequenos artrópodes, como gafanhotos e cigarras. Ao se nutrir de frutos e espalhar as sementes pelo ambiente, os tucanos atuam no processo de dispersão de sementes, sendo, portanto, fundamentais na regeneração de florestas.

Sobre o Shopping Cassino Atlântico

O Cassino Atlântico era um dos cassinos que ficavam na praia de Copacabana. Durante a década de 1930, jogos de bacará, campista, roleta, black jack e carteado atraíam a sociedade carioca e pessoas de outras cidades (do Brasil e do mundo) ao local. O prédio do antigo Cassino Atlântico foi demolido nos anos 1970 para dar lugar ao novo hotel. Muitos momentos históricos foram vividos no Cassino, entre eles, os shows de Carmem Miranda, que era presença certa no local.

O Shopping Cassino Atlântico foi criado há cerca de 40 anos e abriga, em sua maior parte, lojas de antiguidades e galerias de arte, que trazem artistas consagrados no Brasil e no exterior. Passada a pandemia, o local reinventou-se e apostou na diversificação, com restaurantes, coffee shop, eventos em seus corredores, abertos aos hóspedes do hotel e ao público em geral. Sofisticação e conforto, entre o mar e a arte, em um só local, que vai agradar aos mais exigentes!

Instagram: @cassinoatlanticoshopping

Deixe um comentário