Beija-Flor de Nilópolis inova e libera gravações de sambas concorrentes para o Carnaval 2025

Na noite desta terça-feira (18), a Beija-Flor de Nilópolis anunciou uma importante novidade para o concurso de samba enredo do Carnaval 2025 durante uma reunião em sua quadra. A agremiação decidiu liberar as gravações dos sambas concorrentes, permitindo que cada compositor grave seu samba em estúdio.
Foto: Eduardo Hollanda

Segundo o diretor de Carnaval, Marco Antônio Marino, a medida visa garantir que as obras sejam apresentadas harmonicamente de forma exemplar. “Faremos audições internas e liberamos que cada compositor grave seu samba em estúdio. Isso será melhor para a divulgação da escola e dos compositores, além de facilitar para o torcedor e o componente acompanhar, torcer e aprender o samba favorito”, explicou Marino.

Os compositores foram liberados para realizar as gravações em formato de “Coro da Comunidade”, sem a voz do intérprete das parcerias, para simular o canto dos componentes na quadra e principalmente no desfile. “Vamos ter a exata noção de como o samba ficará na voz dos componentes e posteriormente também na voz do nosso intérprete. Os compositores gostaram e aprovaram o formato”, acrescentou o diretor.

Comprometimento da Comunidade

Durante a reunião, Marco Antonio Marino também destacou a importância do comprometimento da comunidade nilopolitana para o sucesso no Carnaval 2025. “A prioridade será total para o componente da comunidade e dos segmentos. Precisamos do nosso ‘exército’ a postos para fazer valer novamente a força incomparável do chão de Nilópolis, do chão da Beija-Flor, principalmente pelo enredo ser o Mestre que formou esse timaço”, afirmou Marino.

O diretor ressaltou a necessidade de um desfile tecnicamente perfeito, combinado com a garra e o amor característicos dos componentes da Beija-Flor. “De mim, pode esperar muita liderança, mas muito carinho também. Componente gosta e merece carinho, e essa será a tônica desse trabalho”, finalizou.

Leia o Regulamento Atualizado para o concurso de samba-enredo para o Carnaval
– Máximo de 6 compositores por parceria (proibida participação especial);
– Mapa de palco: 5 microfones (incluindo o intérprete oficial) e 3 cordas;
– Autorizado apenas 1 cantor do grupo especial por parceria no palco;
– É expressamente proibido às parcerias a contratação de equipe de iluminação;
– Proibido às parcerias a colocação de grupo teatral ou coreografado no palco;
– Tira-dúvidas: agendamento com a direção de Carnaval;
– É obrigatório a todos os compositores a participação na “Tirada de Dúvidas”, levando o samba no barracão antes da gravação do mesmo por sua parceria;
– Inscrição dos sambas: dia 25 de julho, quinta-feira, das 18h às 23h na quadra;
– No ato da inscrição, cada parceria deve entregar obrigatoriamente um pen drive com o samba gravado sem a voz do cantor principal, a letra em Word sem arte e 30 letras impressas.
– Importante: Caso essa regra seja infringida, o samba será eliminado da disputa imediatamente.

A Beija-Flor de Nilópolis será a segunda escola a entrar na avenida na segunda-feira de Carnaval, dia 3 de março. O enredo, “Laíla de Todos os Sambas, Laíla de Todos os Santos”, homenageia o grande diretor de Carnaval Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, eternamente conhecido como Laíla.

Bruno Laurato • Deptº de Comunicação
GRES Beija-Flor de Nilópolis

Deixe um comentário

Close