Calor mata jovem em show de Taylor Swift

Uma estudante de 23 anos morreu após passar mal por conta do forte calor enquanto acompanhava o show da cantora Taylor Swift, na noite desta sexta-feira, no estádio Nilton Santos, Zona Norte do Rio . Ana Benevides, de 23 anos, era estudante de Psicologia da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), no Mato Grosso. Em suas redes sociais, a cantora lamentou o episódio.

Ana Clara Benevides Machado no show do Taylor Swift

“Eu nem posso te dizer o quão devastada estou com isso. Tenho muito pouca informação além do fato de que ela era incrivelmente linda e jovem demais. Não vou poder falar sobre isso no palco porque me sinto dominada pela tristeza quando tento falar sobre isso. Quero dizer que agora sinto profundamente essa perda e que meu coração partido está com sua família e amigos”, escreveu a cantora.

“Descanse em paz, querida! Me lembro de você toda animada pro show, sua luz nunca vai ser esquecida”, diz um comentário na mais recente publicação de Ana em sua conta no Instagram. “Você não merecia isso. Meus sentimentos para a família e aos amigos nesse momento”, diz outra mensagem.

Nas redes sociais, o perfil da atlética (organização esportiva universitária) Valhalla, ligada ao curso de Psicologia da UFR, à qual Ana estava vinculada, prestou uma homenagem a ela.

“É com profundo pesar que lamentamos a perda da nossa diretora Ana Clara Benevides, que partiu deixando uma enorme vazio em nossos corações. Nossa sinceras condolências à família e amigos neste momento difícil, que encontre conforto nas lembranças e no amor que ela deixou como legado”, diz a publicação.

Mensagem de Taylor Swift na rede

O caso ocorre em um dia de muito calor na capital fluminense. A estação meteorológica do Sistema Alerta Rio, da prefeitura do Rio, registrou em Guaratiba, na Zona Oeste, a maior sensação térmica desde 2014, quando foi iniciada a marcação.

No local, a sensação de calor chegou aos 59,3 graus, às 10h20, desta sexta-feira. É a segunda vez esta semana que o município do Rio atinge a maior sensação térmica da série histórica do Alerta Rio. Na terça-feira, a sensação chegou a 58,5 graus.

Fica nosso apelo ao mundo, vamos preservar a natureza, que não destruamos árvores, que reservamos a Amazônia e a mata Atlântica, também presente em nossa cidade, da direção da Rede Lully FM de Entertainment.

Deixe um comentário

Close