Britney Spears revela ‘droga preferida’ usada nos anos 2000 para se sentir ‘menos deprimida’

Britney Spears revela em sua autobiografia, A Mulher em Mim, que recorreu às drogas para se sentir “menos deprimida” durante os dias de festa nos anos 2000. A cantora explicou que TDAH Adderall era a sua escolha naquela época.

“Nunca foi tão selvagem quanto a imprensa fez parecer”, disse Spears sobre a época em que ela foi fotografada com Paris Hilton e Lindsay Lohan, de acordo com o New York Times.

Embora ela não tivesse interesse em drogas pesadas e “nunca tenha tido problemas com bebida” – em suas palavras -, a estrela pop admitiu ter tomado Adderall por muito tempo. “[Isso] me deixou chapada, sim, mas o que achava muito mais interessante era que me dava algumas horas me sentindo menos deprimida”, escreveu ela.

No ano passado, Britney afirmou que sua mãe, Lynne Spears, uma vez lhe deu um tapa “forte” por ficar fora até tarde com Hilton e Lohan.

“A primeira vez que levei um tapa foi naquela noite em que Paris e Lindsay me deixaram na minha casa de praia com meus bebês. Minha mãe estava cuidando de Jayden e Preston… sim, eu curti festa até as 4 da manhã e minha mãe ficou chateada! Entrei, ela olhou para mim e me bateu com tanta força que nunca vou esquecer!”

Lynne, 68, não respondeu à reclamação, embora tenha se desculpado publicamente dias antes por causar “dor” durante os 13 anos de tutela de Britney .

‘Abortei porque Justin Timberlake não queria ser pai’

Revelações bombásticas de sua biografia, A Mulher em Mim, que será lançada no próximo 24 de Outubro, vem sendo divulgadas pela imprensa internacional nos últimos dias. Em outros trechos divulgados pela Revista People, a cantora contou que chegou a engravidar de Justin Timberlake quando namoravam – na época tinham 19 anos de idade.

“Eu amei muito Justin. Sempre esperei que um dia teríamos uma família juntos. Isso seria muito mais cedo do que eu esperava. Mas o Justin definitivamente não estava feliz com a gravidez. Não queria ser pai. Ele disse que não estávamos prontos para ter um bebê em nossas vidas, que éramos muito jovens”, começou ela.

E continuou: “Tenho certeza de que as pessoas vão me odiar por isso, mas concordei em não ter o bebê. Não sei se essa foi a decisão certa. Se tivesse sido deixado apenas para mim, eu nunca teria feito isso. E ainda assim Justin tinha tanta certeza de que não queria ser pai.”

Traição após aborto

A cantora também contou que foi traída por Justin Timberlake no relacionamento com outra celebridade. Segundo o TMZ, Britney não cita o nome da mulher em seu livro, porque agora a pessoa “tem uma família que [Spears] não quer envergonhar”.

Britney e Justin namoraram de 1999 a 2002. No término, Timberlake lançou o clipe de Cry Me a River , levando muitos a acreditar em que Spears, atualmente com 41, tinha sido infiel durante o tempo que passaram juntos.

Fonte Revista Quem

Deixe um comentário

Close