Deborah Secco diz que corpão exibido na internet ‘é pose’: ‘Faço foto com o celular de cima pra parecer magra, estou toda mole’

Deborah Secco diz que corpão exibido na internet ‘é pose’: ‘Faço foto com o celular de cima pra parecer magra, estou toda mole’

18 de setembro de 2022 0 Por admin

Se em “Rensga hits!”, série do Globoplay, Deborah Secco surge em cena sem nenhum apego à vaidade, é nas redes sociais que a atriz mostra toda a sua exuberância. Frequentemente, a garota carioca compartilha com seus 24,5 milhões de seguidores no Instagram fotos de biquíni ou em trajes que evidenciam o corpo escultural, ostentado aos 42 anos. Qual é a receita, Deborah?

— Ô, amor, é tudo pose… Parei de malhar quando Maria Flor (sua única filha) nasceu (há quase sete anos). Estou toda mole: a bunda, as pernas… E não quero ser perfeita. Sou melhor assim, mais feliz. Isso aqui é o que dá pra ser, é o melhor que consigo. Tenho uma genética abençoada, sou sortuda. Não sigo dieta, faço foto com o celular de cima pra parecer mais magra (risos) — garante a musa.

Sempre glamourosa em público, a atriz afirma não ser nada vaidosa em sua intimidade.

— Sou muito desapegada, uma mulher pouquíssimo vaidosa na minha vida real, preguiçosa até. Eu me arrumo porque faz parte do meu trabalho e eu preciso manter essa “marca”. Mas no meu dia a dia estou sempre largada. Quando de folga, quero ficar relaxada — explica ela, sublinhando que seu corpo fica à disposição de seu trabalho: — Tanto não sou ligada à aparência que perdi 15 quilos para o filme “Boa sorte”, depois engordei 20 para “A estrada do diabo”.

Recentemente, a trajetória profissional de Deborah se abriu para além do artístico. Agora também mulher de negócios, ela associou seu nome de sucesso a quatro empresas do mercado de moda e beleza: a Espaço Facial, especializada em harmonização do rosto; a Mais Cabello, direcionada a tratamentos e transplantes capilares; a Singu, um delivery de serviços como manicure, massagem, limpeza de pele e depilação; e a Peça Rara Brechó, rede de moda circular e sustentável.

— Todas surgiram na minha vida a partir do meu interesse particular por esses serviços. Sou adepta do botox há muitos anos, costumo aplicar entre um trabalho e outro, quando as expressões faciais não precisam estar tão demarcadas e os músculos podem descansar. Preenchimento, eu não faço, porque tenho o rosto muito conhecido, tudo o que mudo nele fica aparente. Cabelo, o meu é originalmente bem fininho e em pouca quantidade. Depois do tratamento, é impressionante como está mais volumoso. As unhas, eu mantenho apresentáveis de acordo com a demanda, mas as massagens em casa são uma escolha certeira. Adoro! E me atentei para a moda circular depois de ter me tornado mãe. Maria perdeu muitas roupas e sapatos rapidamente durante a pandemia. Meu consumo também está mais consciente, em prol do planeta — detalha.

Fonte Yahoo