Novos tratamentos rápidos e não invasivos para combater flacidez são os queridinhos para o verão

Novos tratamentos rápidos e não invasivos para combater flacidez são os queridinhos para o verão

27 de agosto de 2022 0 Por admin

Propícias a serem realizados antes da chegada do verão, as técnicas visam tratar as principais queixas faciais e corporais

Com a expectativa de um verão muito ensolarado e quente em 2023, a busca por procedimentos estéticos que auxiliam no cuidado com a pele tende a aumentar ainda durante o inverno. No mercado da estética, existem diversos tratamentos e tecnologias ideais para combater a flacidez e reduzir a gordura localizada, principais queixas do público, principalmente mulheres. Entre os destaques estão os bioestimuladores de colágeno e o ultrassom microfocado.

De acordo com a médica dermatologista Fabíola Viterbo, especialista em rejuvenescimento e estética facial, os procedimentos estéticos, principalmente aqueles que mesclam programas terapêuticos, podem ser realizados nas estações mais frias. A médica, que integra o corpo clínico da Áurea Dermatologia Integrada, sediada em Salvador, explica que o tempo ameno e a exposição solar reduzida ajudam no pós-tratamento e evitam o aparecimento de manchas. Além disso, os melhores resultados começam a aparecer cerca de três meses após a primeira aplicação. Ou seja, realizando os tratamentos durante o inverno, os efeitos atingem o ápice na época do verão.

“Esses são programas terapêuticos que utilizam associação de diversos tratamentos, normalmente aqueles minimamente invasivos, que não necessitam de cirurgia. A época propícia a serem realizados é no período de outono ou inverno, e as técnicas visam tratar as principais queixas faciais e também corporais, como flacidez e gordura localizada”, explica a Dra. Fabíola Viterbo.

Entre os procedimentos mais procurados estão os estimuladores de colágeno injetáveis, como por exemplo, o Ácido Poli-L-láctico e a hidroxiapatita de cálcio, e a tendência para o próximo verão, a tecnologia do ultrassom microfocado, com destaque para o Liftera, que proporciona lifting e sustentação facial, atuando na firmeza da pele e no contorno corporal.

Rápido, minimamente invasivo e praticamente indolor, o Liftera proporciona rejuvenescimento da pele através do estímulo da produção de colágeno. Com efeito prolongado de aproximadamente um ano, o procedimento reduz a flacidez e, quando necessário, pode reduzir o tecido gorduroso. Os resultados são percebidos desde a primeira sessão. O tratamento pode ser aplicado em qualquer paciente que tenha como objetivo tratar flacidez e gordura localizada.

“O Liftera é um aparelho inovador! É praticamente indolor e utiliza uma tecnologia já consagrada pelo mercado, o ultrassom micro e macrofocado para tratamento da flacidez. A aplicação é feita em consultório, e o tempo médio é entre 15 minutos e 1 hora. O pós procedimento é muito tranquilo, sem necessidade de afastamento do trabalho nem restrições à atividade física”, detalha a médica.

O ultrassom micro e macrofocado pode ser utilizado na região da papada, pescoço, abdômen, braços, costas, entre outras partes. Quando associado a outras técnicas, como bioestimuladores, esvaziadores de gordura, drenagem linfática e fios de PDO (polidioxanona), o programa de tratamento proporciona um grande estímulo à sintetização do colágeno no corpo e otimiza os resultados.

Os bioestimuladores de colágeno, por exemplo, têm efeito prolongado e podem durar até 18 meses. A duração dos efeitos obtidos com o tratamento tem algumas variáveis, tipo de bioestimulador usado, as características do paciente e a técnica pela qual a substância é injetada. Cada tratamento é único e a eficácia está diretamente relacionada às indicações médicas especializadas e à qualidade de vida do paciente.

De acordo com a Dra. Fabíola Viterbo, a busca por esses procedimentos pode ocorrer em qualquer idade, mas, normalmente, acontece quando o paciente percebe os primeiros sinais de envelhecimento e flacidez da pele.

“Os programas terapêuticos são indicados para qualquer pessoa que deseja melhorar a flacidez facial e corporal associada ou não com gordura localizada. As técnicas são extremamente seguras, e tem como contra-indicação apenas a presença de infecção na pele. Cabe ressaltar que os efeitos do tratamento são rápidos e prolongados, e além de ser um método seguro, o paciente sentirá um efeito lifting imediato”, finaliza a dermatologista.