Mariah Carey tenta registrar marca “Rainha do Natal” como sua e desagrada “outras rainhas”

Mariah Carey tenta registrar marca “Rainha do Natal” como sua e desagrada “outras rainhas”

17 de agosto de 2022 0 Por admin

Uma polêmica história envolvendo Mariah Carey acaba de vir à tona. Descobriu-se que, em março do ano passado, a cantora entrou com um pedido para patentear como suas as seguintes marcas: “Queen Of Christmas”, “Christmas Queen”, “QOC” e “Princess of Christmas”, de forma que somente ela possa explorar comercialmente os títulos de rainha e/ou princesa do natal.

A decisão foi criticada por duas artistas que também têm nas festas de fim de ano a sua época de maior rendimento: a veterana Darlene Love e a pouco conhecida Elizabeth Chan que, desde 2013, já colocou nos serviços de streaming cinco álbuns dedicados ao repertório natalino.

Carey, desnecessário dizer, passou a ser chamada informalmente de “Rainha do Natal” há alguns anos, mais especificamente a partir do momento em que “All I Want For Christmas Is You”, gravada por ela em 1994, se tornou um verdadeiro clássico moderno do gênero, sempre retornando nas posições mais altas das paradas quando dezembro se aproxima e por ali ficando até o 25 de dezembro.

A questão começou a ser debatida publicamente depois das manifestações de Love e Chan, que entraram com um pedido na justiça buscando impedir que Mariah tenha sucesso em seu objetivo.

Love cantou naquele que é considerado o maior clássico natalino de todos os tempos: o álbum “A Christmas Gift for You”, do produtor Phil Spector, de 1963. Uma de suas músicas em particular também se tornou um clássico perene da temporada de festas: “Christmas (Baby Please Come Home)”.

“É verdade que Mariah Carey registrou a marca ‘Rainha do Natal’?”, ela escreveu. “O que isso significa? Que eu não posso usar esse título? O (apresentador) David Letterman me declarou oficialmente a ‘Rainha do Natal’ há 29 anos, um ano antes dela lançar ‘All I Want for Christmas Is You’, e aos 81 anos eu NÃO vou mudar nada. Estou na indústria há 52 anos, ganhei o título por merecimento e ainda posso atingir todas as notas! Se Mariah tiver um problema, ligue para David ou meu advogado”. Por décadas, Love cantou seu grande clássico no programa de Letterman na época de Natal.

Em pronunciamento para a Variety, Chan disse que o Natal existe desde antes da chegada delas todas a esse planeta e vai seguir existindo bem depois de suas partidas.

“Eu acredito fortemente que ninguém deve se apegar a nada em torno do Natal ou monopolizá-lo da maneira que Mariah procura perpetuamente. Isso não é a coisa certa a se fazer. O Natal é para todos. É para ser compartilhado; não é para ter dono.”

Até o momento, Mariah Carey não se pronunciou sobre o caso.

Fonte Vagalume