Repórter morre aos 43 anos horas depois de post se despedindo em meio à doença: ‘Indo para casa morrer’

Repórter morre aos 43 anos horas depois de post se despedindo em meio à doença: ‘Indo para casa morrer’

19 de junho de 2022 0 Por admin

A repórter irlandesa Aideen Kennedy morreu aos 43 anos por causa de uma doença terminal. A notícia foi confirmada no sábado (18), horas depois que ela publicou uma mensagem emocionante no Twitter se dirigindo aos fãs.

A jornalista publicou o post em seu perfil no Twitter, na sexta-feira (19), para atualizar os seguidores em meio à sua luta, que estava chegando ao fim. “Então a vida não correu bem e estou tão doente quanto estava quando fui para o hospital, essencialmente indo para casa para morrer, mas recebendo cuidados paliativos”, desabafou.

“As crianças sabem. Se você se deparar com elas, você vai ficar de olho nelas, elas são as crianças mais gentis, doces e atenciosas”, escreveu Aideen sobre os filhos pequenos, Jacob e Eva.

Infelizmente, no dia seguinte, sites como a BBC e o Daily Mail, além de amigos, noticiaram a morte de Aideen. No último dia 13, Aideen publicou que estava no hospital há 19 dias com sangramento no estômago e que já tinha feito sua 12ª transfusão de sangue. A causa exata da morte não foi revelada.

Nas respostas ao tweet de Aideen, a atriz Mia Farrow lamentou a perda da profissional: “Tristeza. E deixo meus melhores pensamentos com os lindos filhos de Aideen”. Internautas se emocionaram com a história na web. “Só de ver isso já é tão difícil de acreditar… tão triste saber de sua morte”, escreveu um. “Enviando amor e paz para você, querida”, disse outro. “Não consigo imaginar a dor de escrever este tweet. Desejando muito amor e luz para os caminhos dessas crianças. Totalmente de partir o coração”, desejou o usuário.

Em entrevista de 2018, Aideen contou que seus pais já tinham perdido três de seus quatro filhos. Ela disse que seu irmão Dara, que tinha um tumor no cérebro, morreu em 2016; sua irmã, Fiona, morreu no mesmo ano após ser diagnosticada com câncer. O terceiro irmão, Rory, foi morto quando criança em um acidente de carro.

Fonte Revista Monet