Copa do Mundo terá adaptação do futebol anti-a-pandemia

Copa do Mundo terá adaptação do futebol anti-a-pandemia

13 de junho de 2022 0 Por admin

A associação internacional que regula as regras do futebol (IFAB) aprovou nesta segunda-feira de forma definitiva as cinco substituições para cada equipe durante uma partida. A medida havia sido temporariamente adotada por conta da pandemia de Covid-19, quando calendários foram adaptados e partidas adiadas para evitar a disseminação do vírus.

A determinação foi aprovada na assembleia anual com membros da entidade realizada em Doha, no Catar. O IFAB também decidiu aumentar o número máximo de reservas na súmula de 12 para 15, “de acordo com os desejos dos organizadores das competições”.

Outro tópico avaliado foi a detecção semiautomática do impedimento pelo VAR, tecnologia que a Fifa planeja utilizar na Copa do Mundo, em novembro. Segundo o presidente Gianni Infantino, o procedimento “continua” e “até o momento é muito satisfatório”.

— Nossos especialistas vão analisar isso antes de decidir se devem ou não usá-lo na Copa do Mundo — acrescentou Infantino, enquanto Pierluigi Collina, presidente do Comitê de Árbitros da FIFA, disse estar “confiante” sobre seu uso no torneio.

A Fifa defende que a tecnologia semiautomática pode agilizar a tomada de decisões durante os jogos. Ela funciona com as câmeras que são usadas para transmissão de televisão, bem como câmeras específicas que dão a posição exata dos jogadores no campo, o que fornece aos árbitros informações mais precisas e rápidas.

Em outubro de 2021, os responsáveis ​​pelo regulamento do futebol deram a cada competição a opção de aprovar ou não as cinco alterações por equipe. A alteração à “lei 3” do futebol, que previa um máximo de três substituições por equipe e por jogo, tinha sido decidida pelo IFAB em maio de 2020 e devia durar até ao final de 2021 para as competições de clubes e até 31 de julho de 2022 para jogos internacionais. A medida foi posteriormente prorrogada até 31 de dezembro de 2022 após “uma análise global do atual impacto da Covid-19 no futebol”.

Fonte O Globo/Foto: Foto: KARIM JAAFAR/AFP