Bruna Marquezine estreia filme em Hollywood

Bruna Marquezine estreia filme em Hollywood

31 de maio de 2022 0 Por admin

É fim da tarde de um sábado de maio. Bruna Marquezine se acomoda no trailer que tem o seu nome na porta, em um estúdio em Atlanta, nos Estados Unidos, para a videochamada desta entrevista. Com a câmera fechada, apenas a voz da atriz ecoa por trás da tela. Pode soar estrelismo, mas a condição não foi imposta por Bruna. Trata-se do acordo de confidencialidade assinado por ela – absolutamente nenhuma imagem do set de Besouro Azul, longa da DC protagonizado pela brasileira, pode vazar.

Bruna, que havia acabado de sair de uma aula com a preparadora de diálogos do filme, sabe que está em uma superprodução do cinema. E, talvez pela primeira vez em sua carreira, decidiu que vai, sim, assumir seu tamanho. “É uma ficha que vai caindo aos poucos. Não gosto de ser blasé, mas esse é sem dúvida um grande momento para mim”, diz, sem medo.

Foto: Lufré

Nem sempre foi assim. Durante anos, enquanto o público acompanhava seu crescimento em frente às telas, Bruna tentou minimizar suas conquistas. Desenvolveu, em suas palavras, certa crueldade consigo. “Acho que me tornei a minha pior hater para que ninguém pudesse me superar nisso. Não tem nada que você diga para mim que eu não diria pior”, lembra.

O auto-ataque, acredita, veio após a exposição que passou a ganhar na mídia a partir de seus 17 anos, quando assumiu sua sensualidade ao dar vida à Lurdinha na novela Salve Jorge, em 2012. A personagem, que tinha claro apelo sexual, mostrou ao Brasil que Bruna havia crescido. Na mesma época, ao assumir namoro com Neymar, um dos nomes mais famosos do futebol, viu o interesse por sua vida pessoal crescer em escala que fugia de qualquer controle.

“Ali eu pensei em desistir de tudo. Se para atuar tivesse que conviver e lidar diariamente com distorções, notícias que não eram verdadeiras sobre mim, talvez não valesse a pena seguir”, lembra. “Na adolescência tudo tem um peso três vezes maior. Você quer pertencer a um grupo, e quando acorda e tem alguma mentira sobre você, dói muito, porque você está tentando se encontrar e é como se alguém não estivesse permitindo”, afirma.

Bruna não abriu mão da profissão que ama. Mas resolveu se blindar. Passou a ser monossilábica nas poucas entrevistas que dava. Tentou, a todo custo, evitar jornalistas. Optou por uma vida low profile, na medida do possível, nas redes sociais. “Tinha raiva da imprensa, não tenho o menor problema de falar isso hoje. Não conseguia ver nada de positivo”, admite. “Me fechei para muitas pessoas, para muitos novos relacionamentos. A imagem que pintavam de mim tirava a minha paz de um jeito, que decidi que era melhor endurecer do que chorar na minha cama no dia seguinte”.

Depois de muita terapia, hoje diz não estar insatisfeita com a visão que o público tem de si – muito mais próxima de sua realidade do que já foi um dia. Sua intimidade, no entanto, apenas um seleto grupo de pessoas, formado pelos melhores amigos – a maioria da época do ensino médio –, os pais e a irmã, Luana, têm permissão para conhecer. “O que mais admiro é o jeito que Bruna cuida das pessoas que ama. Extremamente leal e dedicada aos seus relacionamentos, a grandeza dela vem de dentro”, conta Priscilla Alcantara.

A observação da cantora, sua amiga desde a adolescência, tem coro em toda gente que a conhece desde criança. “A Brubru chegou na minha vida com 4 anos de idade. Sempre foi uma menina apaixonante, curiosa, determinada, inteligente, que amava ser o centro das atenções, doce, e que sabia muito bem o que queria. Sempre colocou a família na frente de tudo”, conta Xuxa Meneghel. “Brubru é linda por dentro e por fora, mas às vezes ela esquece”.

A rainha dos baixinhos diz que, nesses momentos, precisamos lembrá-la o quanto ela é especial. “Eu amo tanto essa mulher-menina, que às vezes me meto onde não sou chamada”, completa. Nada que o amadurecimento não ajude. “Aos poucos tenho conseguido mostrar que não sou uma pessoa inalcançável”, comemora a atriz. “Não tento fazer a misteriosa no Instagram, é que eu realmente não tenho paciência. Se eu pudesse, talvez, nem estaria mais lá”.

No bairro tranquilo e rodeado de parques em Atlanta, onde foi viver durante os dois meses de gravação de Besouro Azul, Bruna experimenta o anonimato. O tempo livre muitas vezes passa com a própria equipe do filme, com quem faz programas de integração nos fins de semana e divide a ansiedade da estreia no cinema internacional. “No primeiro dia no estúdio eu estava agitada, nervosa. O Angel [Manuel Soto, diretor] é um cara que me faz me sentir muito em casa, sempre foi extremamente gentil e doce comigo, e me tranquilizou”, lembra ela. “Não vejo o menor problema de falar como me sinto, falar das minhas emoções e inseguranças. Acho que a gente não ganha nada tentando fingir estar forte e bem o tempo inteiro”, afirma.

Bruna tentou segurar a emoção, no entanto, ao conhecer a atriz Susan Sarandon no set. Foi preciso concentração extra para terminar a cena que estava em curso ao ver a veterana se aproximar. “Eu estava gravando e ela foi me dar oi. Fingi costume total, mas quando ela saiu fui para o meu trailer, e chorei”, admite.

No longa, a brasileira dá vida à Jenny, ao lado do ator Xolo Maridueña, intérprete do primeiro super-herói latino da DC, que dá nome ao longa. Ao mesmo tempo, estreia em junho a série Maldivas, da Netflix, gravada durante a pandemia. Feitos que fazem valer a pena sua dedicação.

“Gosto de me emocionar. Aprendi que a gente tem que valorizar tudo que vive e parar com essa bobeira de ‘não é nada demais’. É demais, sim”, afirma. “A menina que nasceu em Duque de Caxias nunca pensou que ia viver isso e agora pode aprender com a Susan Sarandon? Não estou acreditando que cheguei aqui. Menina, olha só que metida, estou insuportável”, brinca.

Fonte Revista Marie Claire

Diretora de redação: @lauraancona
Entrevista: @kellenrodrigues
Fotos @lufreeee
Edição de moda @pedrosales_1
Beleza @henriquem85
Diretora criativa: @kakakaren_ka
Produtora executiva: @vandecazimmermann
Produção de moda: @tertulianokevin
Assistente de moda: @daniele.Magalhaes.aguiar
Manicure: clau_designernails
Assistente de fotografia: @cassianolopesjf
Tratamento de imagem: @telhacriativa Agradecimento: @grandhyattsp